quarta-feira, 18 de julho de 2012

Roteiro: Ensinando a orar


ROTEIRO DE ENCONTRO – ENSINANDO A  ORAR


Objetivo: Ensinar as crianças a orar com mais facilidade e naturalidade. Como orar? Que palavras utilizar?

Leitura Bíblica: Romanos 8, 26-27.

Material Necessário:
- 2 cadeados pequenos e chaves3 chaves velhas de tipos diferentes
- Porta-jóias com chave (pode ser substituído por caixinha de papelão revestida com papel amarelo)
- 7 a 8 tipos de jóias (podem ser anéis, pedra preciosas, colar de pérolas etc.)
Confeccionar um cartãozinho para cada um, com o versículo: “Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei.” (João 14, 14).
- Textos adicionais: I Reis 18, 17-36; Atos 12, 5-12; Marcos 11, 24.

Dinâmica:

Coloque as jóias na caixa. (Caso utilize a caixa de papelão, tente fechá-la colocando uma alça na tampa e na caixa para fechar com o cadeado. Caso utilize um porta-jóias com chave, será necessário apenas um cadeado.)
Coloque etiquetas em cada chave, com as seguintes inscrições: DINHEIRO, FAMA, POBREZA. Coloque etiquetas também em cada jóia. As etiquetas das jóias devem conter as seguintes inscrições: “Ajuda na angústia”, “Perdão”, “Saúde”, “Força”.
NOTA: A chave que abre a caixa ou o cadeado que tranca a caixa deve conter uma etiqueta com a palavra ORAÇÃO.

Texto explicativo:

Mostre um cadeado e sua forma de fechadura. Enquanto você abre e fecha esse cadeado com a própria chave dele, explique que existem muitas outras fechaduras que necessitam das suas chaves próprias para que possam ser abertas, como por exemplo: A porta da nossa casa, a fechadura do carro, a fechadura da mala, da loja, do portão etc.

Há, porém, um tipo de fechadura bem diferente dessas que aqui se encontram. Essa fechadura necessita de uma chave diferente também. É a fechadura do maravilhoso tesouro de Deus (coloque o porta-jóias sobre a mesa e não mostre a chave).

Bem, se este porta-jóias fosse o tesouro de Deus e você necessitasse de uma ou mais bênçãos, como ajuda na angústia, perdão ou força, como você poderia ter acesso a essas coisas?Será necessário uma chave especial, uma chave própria para abrir esse tipo de fechadura (mostre que a caixa está fechada).Vamos tentar agora descobrir qual é a chave especial que necessitamos para abrir o maravilhoso tesouro de Deus.

Primeira chave – DINHEIRO. O dinheiro pode comprar as bênçãos de Deus? (Tente a chave na fechadura ou peça para uma das crianças tentar abrir.) O dinheiro nunca pode comprar o perdão ou a ajuda de Deus em tempo de angústia ou necessidade.

Segunda chave – FAMA.  Algumas vezes você vê o filho de uma pessoa famosa e imagina que a chave da fama irá abrir a caixa do tesouro. (Tentar de novo abrir). Talvez seja o filho do prefeito ou do presidente, porém, ter pais famosos não irá abrir o cadeado.

Terceira chave – POBREZA. A pobreza irá abrir o tesouro? (Pedir a alguém para tentar abrir) Não. O fato de ser pobre não implica em que o cadeado abra a caixa do tesouro.

Há apenas uma chave que pode abri-la. É a chave da oração (segure a chave correta, rotulada com a palavra ORAÇÃO). Comente, em poucas palavras, como Elias usou a chave da oração para provar que Deus é o único Deus verdadeiro (I Reis 18, 17-36) e como a Igreja orou pela libertação de Pedro (Atos 12, 5-12). (Abra a caixa e mostre algumas jóias que ela contém e leia as etiquetas coladas nessas jóias.) Jesus disse: “Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei” (João 14,14). Primeiramente, peça para as meninas lerem o verso, depois para os meninos.

Mas, e agora? Vocês sabem orar? O que dizer?

- Convide as crianças a acompanhá-la  numa leitura.
- Leiam em voz alta o texto de Romanos 8, 26-27. Pausadamente, repita a leitura e explique às crianças a passagem. Então peça à elas que contem momentos em que tiveram dificuldades em saber como (ou o que) orar.
- Divida o grupo em duplas.
- Diga a elas que, esta passagem nos ajuda a entender que nós sempre podemos orar, mesmo que não saibamos o que dizer.
- Peça então que cada um diga ao seu companheiro(a) de dupla alguma coisa que o está preocupando. Quem ouviu, então, coloca esta preocupação numa oração (pode ser apenas uma frase - Ex.: se o primeiro disse que tem uma prova difícil na escola, o segundo pode orar algo como "Querido Deus, ajude o João a entender o que ele está estudando, e lhe dê calma no momento da prova. Amém". Depois invertem-se os papéis.
- Quando as duplas terminarem de orar, pergunte como se sentiram, se acharam fácil orar assim, o que eles podem fazer quando estão inseguros sobre que palavras usar e como orar, etc..
- Você também pode pedir que cada um escreva seu nome e uma preocupação num papel. Depois as crianças sorteiam entre si os papéis e durante a semana devem orar pela pessoa e preocupação cujo nome está no papel.
- Encerre com oração - cada um do grupo deve orar por alguma outra pessoa - pode ser do próprio grupo ou outros conhecidos, família, etc.

- No final distribua um cartãozinho com o versículo de João 14, 14, e peça a eles que coloquem na mesa de cabeceira para sempre lembrar de orar antes de dormir ou ao acordar. 

Ângela Rocha 


Um comentário:

  1. Olá, querida
    Tudo por Jesus na evangelização doa messe...
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir