sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Deixe-me cometer um pecadinho de vaidade...


Puxa vida! Receber elogios é bom demais...

E esse eu preciso divulgar porque é de uma pessoa especial demais pra mim. Um cara que venho tentando “converter”...

Como você sabe, no início, eu fui meio contra sua dedicação à igreja, por vários motivos. Mas com o tempo, eu vi como funciona o teu engajamento e hoje em dia eu dou a maior força. Você vê os problemas ao seu redor, você não os ignora. Você sempre acaba assumindo posições de liderança. Inicialmente, porque tem personalidade - e percebe a incompetência ao seu redor. Eventualmente, no entanto, vem alguém que não quer ser guiado, que não quer saber a verdade, ou quais os problemas. E essa pessoa quer te dizer essas coisas, estando certa ou não. E você vai lá e detona, como sempre fez e acaba sendo prejudicada. Sei que deve ser desmotivador, mas mesmo assim eu vejo que você não desiste, primeiro porque sabe que está certa e segundo porque acredita de verdade, tem uma fé verdadeira em Deus.


4 comentários:

  1. Não fique minha querida... Esse menino aí é meu filho Daniel, de 24 anos, um grande amigo e companheiro, mas que anda meio afastado da Igreja...

    ResponderExcluir
  2. É, e eu quis dizer de verdade tudo isso aí. Mas "meio afastado"? Esperança de mãe nunca morre mesmo, hein?

    ResponderExcluir
  3. Rsrrsrs... Nunca mesmo! Foi foi marcado pela Cruz de Jesus, ela tá aí, mesmo que você não veja... Beijão, te amo muito!

    ResponderExcluir