sexta-feira, 16 de março de 2012

Jornada de Oração e Jejum em memória dos Missionários Mártires


Cada ano, procuro lembrar ao Brasil a Jornada de Oração e Jejum em memória dos Missionários Mártires (dia 24 de Março - Dia do assassinado de Dom Oscar Romero).

É uma jornada nascida na Itália pela Juventude Missionária (Missio), já há 20 anos... e
aos poucos está envolvendo vários paises. Estranho que a América Latina, que tem cada ano i maior número de Agentes pastorais assassinados, faz pouco para lembrá-los e a DOM OSCAR ROMERO.

Nos últimos anos estou editando em português o cartaz e realizando um marca página em nome do COMIDI de Ourinhos.

Peço uma ajuda aos ANJOS do BRASIL para facilitar o conhecimento e a celebração da Jornada. Os subsídios são todos em italiano. Em 2011 consegui ajuda da Revista Missões para propaganda e a Vigília traduzidas em português. Para 2012 devagar estou postando material no meu blog:


A bondade de lembrar os mártires (também na Catequese) é gratidão com aqueles que, como Jesus, deram a vida pelo próximo. Facilita um maior ardor na fé e na mística do seguimento de Jesus.

Entre os 26 agentes de pastorais de 2011, é bem forte o testemunho do ministro paquistanês, Shahbaz Bhatti (testamento) e de um missionário italiano, Fausto Tentorio, missionário do PIME, que dedicou a sua vida a serviço da alfabetização e do desenvolvimento dos chamados lumads.

No Brasil temos Pe. Romeu Drago.
Espero aprofundar testemunhos e fotos da atividade missionária deles.

Obrigado por tudo!
Santa caminhada quaresmal!

Pe. Giovanni Bataglia

3 comentários:

  1. Muito bem lembrado. Os Mártires foram as fieis testemunhas de Jesus.Paz e bem!

    ResponderExcluir
  2. 24 de março de 1980 foi assassinado Dom Oscar Romero, por isso foi escolhida essa data para celebrar juntamente com ele os agentes de pastorais: padres, religiosos e leigos assassinados no ano antes. Agencia Fides prepara cada ano a lista oficial e acenos biograficos http://www.fides.org/aree/news/newsdet.php?idnews=31956&lan=por -

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom saber... Inclusive pra trabalhar com os catequizandos. Um abrçao Pe. Giovanni!

      Excluir