terça-feira, 13 de março de 2012

Via Sacra - 2ª Cena

2ª CENA: Jesus carrega a cruz...


Dirigente: Jesus foi condenado injustamente e carrega a cruz rumo ao calvário. Um sofrimento que clama por justiça.
Entra uma pessoa vestida com a Toga de juiz ou “justiça” com a balança na mão.
Queremos justiça aos crucificados pela falta de assistência à saúde.
Queremos que a saúde se difunda sobre a terra.
Ter saúde não é simplesmente não ter doenças, mas é o resultado de condições adequadas de vida.
È o completo bem-estar físico, psíquico, social e espiritual.
Para ter saúde é preciso que as pessoas tenham:
SANEAMENTO!
Entra uma pessoa com um grande S desenhado numa cartolina vermelha, vestida com um saco de lixo, alguns reciclados pendurados. A pessoa vestida de justiça a recebe.

Dirigente: Queremos justiça pelos danos causados ao meio ambiente, que provocam graves prejuízos á saúde. Milhões de pessoas morrem vítimas da poluição do ar, pelo uso de água contaminada, pelo descaso com os esgotos.
As pessoas vestidas de Justiça e saneamento, falam bem alto:
“Todos têm direito ao meio ambiente bem cuidado!”

Dirigente: Sem ALIMENTAÇÃO, não temos saúde!

Entra alguém com um cartaz de fundo vermelho com a letra A impressa. Nas vestes pendura-se umas frutas, verduras. A Justiça desloca-se para recebê-la e juntas dizem:
“A saúde depende do que se come, justiça para os que morrem de fome! Cuidada com o que se come!” (fazer o gesto de barrigão- obesidade).

Dirigente: Ter onde morar, ter segurança, poder brincar, passear, também faz parte da saúde.

Entra uma pessoa com um cartaz escrito SAÚDE e se posiciona após o S e o A, nesse formato:
(Observar a altura e o formato para dar certo a cruz vermelha)

Dirigente: A saúde é condição essencial para o desenvolvimento pessoal e comunitário. Todos nós devemos participar!

Entra a letra D e se coloca após o U, a Justiça a recebe e acompanha.

Dirigente: O DESENVOLVIMENTO se baseia na igualdade, na solidariedade, na justiça! Mas para que isso aconteça é importante, a EDUCAÇÃO!

Entra a letra E, a justiça a recebe e a conduz formando a Cruz Vermelha da saúde. A criança pode estar com um uniforme da escola. Todas as letras falam juntas:
“Justiça seja feita: que a saúde se difunda sobre a terra!”


Canto (Hino da CF/2012) – Primeiro verso e refrão.

Ah! Quanta espera, desde as frias madrugadas,
Pelo remédio para aliviar a dor!
Este é teu povo, em longas filas nas calçadas,
A mendigar pela saúde, meu Senhor!  
 
Tu, que vieste pra que todos tenham vida,
Cura teu povo dessa dor em que se encerra;
Que a fé nos salve e nos dê força nessa lida,
E que a saúde se difunda sobre a terra!


Nenhum comentário:

Postar um comentário